O AMOR, QUALIDADE IMENSURÁVEL

14-10-2011 18:27

"OSHO, COMO POSSO AMAR MELHOR?”

O AMOR SE BASTA, ELE NÃO PRECISA DE MELHORIAS. ELE É PERFEITO COMO É E DE MANEIRA NENHUMA PRECISA SER MAIS PERFEITO.

O PRÓPRIO DESEJO DEMONSTRA UM MAL-ENTENDIDO A RESPEITO DO AMOR E DE SUA NATUREZA. PODE-SE TER UM CÍRCULO PERFEITO? TODOS OS CÍRCULOS SÃO PERFEITOS; SE ELES NÃO FOREM PERFEITOS, NÃO SÃO CÍRCULOS.

A PERFEIÇÃO É INTRÍNSECA A UM CÍRCULO, E A MESMA LEI DIZ RESPEITO AO AMOR. NÃO SE PODE AMAR MENOS NEM MAIS, POIS ELE NÃO É UMA QUANTIDADE. ELE É UMA QUALIDADE, QUE É IMENSURÁVEL.

SUA PRÓPRIA PERGUNTA MOSTRA QUE VOCÊ NUNCA PROVOU O QUE É O AMOR E QUE ESTÁ TENTANDO ESCONDER SUA FALTA DE AMOR NO DESEJO DE SABER “COMO AMAR MELHOR”. NINGUÉM QUE CONHECE O AMOR PODE FAZER ESSA PERGUNTA.

O AMOR PRECISA SER ENTENDIDO NÃO COMO UM ENCANTAMENTO BIOLÓGICO — ISSO É SENSUALIDADE E EXISTE EM TODOS OS ANIMAIS; NADA HÁ DE ESPECIAL NISSO. ISSO EXISTE MESMO NAS ÁRVORES; ESSA É A MANEIRA DA NATUREZA SE REPRODUZIR. NADA HÁ DE ESPIRITUAL NISSO E NADA ESPECIALMENTE HUMANO.

ASSIM, O PRIMEIRO PONTO É FAZER UMA CLARA DISTINÇÃO ENTRE SENSUALIDADE E AMOR. A SENSUALIDADE É UMA PAIXÃO CEGA; O AMOR É A FRAGRÂNCIA DE UM CORAÇÃO SILENCIOSO, SERENO E MEDITATIVO. O AMOR NADA TEM A VER COM A BIOLOGIA, COM A QUÍMICA OU COM OS HORMÔNIOS.

O AMOR É O VOAR DE SUA CONSCIÊNCIA PARA REINOS MAIS ELEVADOS, ALÉM DA MATÉRIA E ALÉM DO CORPO. NO MOMENTO EM QUE VOCÊ ENTENDE O AMOR COMO ALGO TRANSCENDENTAL, ELE DEIXA DE SER UMA QUESTÃO FUNDAMENTAL.

A QUESTÃO FUNDAMENTAL É COMO TRANSCENDER O CORPO, COMO CONHECER ALGO DENTRO DE VOCÊ QUE ESTEJA ALÉM, ALÉM DE TUDO QUE SEJA MENSURÁVEL. ESSE É O SIGNIFICADO DA PALAVRA MATÉRIA. ELA VEM DA RAIZ SÂNSCRITA MATRA, QUE SIGNIFICA MEDIDA; ELA SIGNIFICA AQUILO QUE PODE SER MEDIDO. A PALAVRA METRO VEM DA MESMA RAIZ.

A QUESTÃO FUNDAMENTAL É COMO IR ALÉM DO MENSURÁVEL E PENETRAR NO IMENSURÁVEL. EM OUTRAS PALAVRAS, COMO IR ALÉM DA MATÉRIA E ABRIR OS OLHOS PARA UMA CONSCIÊNCIA MAIOR. E NÃO EXISTEM LIMITES PARA A CONSCIÊNCIA — QUANTO MAIS VOCÊ FICA CONSCIENTE, MAIS PERCEBE O QUANTO AINDA EXISTE À SUA FRENTE.

QUANDO A PESSOA ATINGE UM CUME, UM OUTRO CUME SURGE À SUA FRENTE. ESSA É UMA PEREGRINAÇÃO ETERNA.

OSHO em AMOR, LIBERDADE E SOLITUDE.

(texto extraído do site Portal Arco Íris)

—————

Voltar